Compartilhe:

Os procedimentos médico-estéticos têm vários e diferentes objetivos, consoante as alterações a corrigir/melhorar, e algumas características particulares dos doentes que nos procuram. 

O principal motivo de haver procedimentos ideias para realizar no Inverno prende-se com a contraindicação (ou maior precaução) à exposição solar. 

Assim, técnicas que exigem a cicatrização da pele são mais bem toleradas, e com menor risco de complicações, quando realizadas em alturas do ano com menor incidência de radiação solar. Todavia, NÃO DISPENSAM O USO DE PROTETOR SOLAR, DIARIAMENTE, E COM UMA GALÉNICA ADEQUADA AO TIPO DE PELE!!

Para saber qual o procedimento que lhe é mais indicado, consulte o seu Médico-Estético?

LASER CO2

O laser CO2 é um procedimento médico-estético que provoca um rápido aumento de temperatura dos tecidos, destruindo a camada mais superficial da pele – a epiderme – e induzindo a remodelação do colagénio na derme.
Trata-se de um procedimento de rejuvenescimento facial global, contrariando a flacidez cutânea. Está também indicado na remoção de cicatrizes, estrias, lesões cutâneas benignas e manchas.
Deve ser usado com maior precaução em doentes com fototipos altos (tons mais escuros de pele), onde o risco de manchas pós-inflamatórias é maior.

PEELING QUÍMICO

O peeling químico é um tipo de tratamento estético que é feito com a aplicação de formulações com substâncias químicas sobre a pele, escolhidas em função do objetivo do tratamento. Alguns dias após o tratamento, a pele descama mais ou menos intensamente consoante o peeling seja superficial, intermédio ou profundo.
Com este tipo de tratamento removemos, de forma controlada, as camadas superficiais da pele, promovendo a sua renovação celular e expondo, à superfície, uma camada de pele lisa e translúcida.
Este procedimento pode ser usado para melhorar a textura da pele, eliminar manchas, cicatrizes, estrias, acne e pequenas rugas.

MICRONEEDLING

O microneedling consiste no uso de um dispositivo com microagulhas que criam microcanais na pele. Estes microcanais permitem a penetração intradérmica de vitaminas e outras substâncias ativas indicadas à condição que pretendemos tratar. Por outro lado, as microagulhas causam uma microagressão à derme induzindo a síntese de colagénio.
Este é um procedimento que melhora a textura da pele, corrige imperfeições cutâneas como cicatrizes, manchas e estrias, além de controlar a produção de oleosidade cutânea.
É um procedimento compatível com as atividades de vida diárias, pelo que 24h após o procedimento e respeitando os cuidados indicados, o doente poderá fazer a sua vida habitual sem qualquer restrição de relevo.